Prefeitura Municipal de Capanema

Ir para o Conteúdo Principal da Página Ir para o Mapa do Site

Máxima. 21ºC Mínima. 4ºC

Em 04 meses Banco Social de Capanema viabilizou metade do volume dos projetos dos últimos três anos.

Quinta-feira, 05 de Setembro de 2013

De acordo com os dados do Banco Social, foram liberados no período de 29/12/2009 à 21/12/2012 (03 anos), 66 projetos.

O Banco Social da Agencia do Trabalhador de Capanema viabilizou do dia 03 de abril até o dia 30 de agosto (04 meses), 33 projetos à micros e pequenos empreendedores, totalizando a liberação de R$ 302.100,00, destinados a aquisição de mercadorias, equipamentos e melhorias nos estabelecimentos.

De acordo com os dados do Banco Social, foram liberados no período de 29/12/2009 à 21/12/2012 (03 anos), 66 projetos, que somaram o valor de R$ 447,700,00.

O Banco Social é um programa de microcrédito do Governo do Estado do Paraná, operacionalizado pela Fomento Paraná, que foi criado para atender pequenos empreendedores, formais ou informais.

O Programa Banco Social já financiou mais de R$ 156.000.000,00 (cento e cinquenta e seis milhões de reais) em projetos de apoio ao pequeno empresário paranaense, tornando-se referência nacional em Programas de Microcrédito.

Mais de 233 mil pessoas já foram beneficiadas, proporcionando a expectativa da criação de mais de 37 mil novos empregos.

O Programa é destinado a pessoas físicas ou jurídicas, que queiram empreender ou que já possuam um pequeno negócio, e que necessitam de financiamento para melhorar ou ampliar as suas atividades.

Para aderir ao programa é necessário residir há mais de um ano no município, ter endereço fixo e faturamento bruto anual de até R$ 360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais).

Através do Banco Social pode fianciado:

- Capital de Giro (mercadorias e matérias-primas para revenda);

- Investimento Fixo (obras/reformas, aquisição de máquinas e equipamentos);

- Investimento Misto (combinação dos dois acima).

Além da taxa de juros (veja quadro ao lado), o programa destaca-se por alcançar setores com pouco ou nenhum acesso ao sistema financeiro tradicional, como os microempreendedores, formais ou informais, os artesãos, os prestadores de serviços, os micronegócios familiares, agroindústrias artesanais familiares, entre outros.

Tweet

Compartilhe essa notícia

21º MANHÃ TARDE NOITE

Municipio de Capanema