Prefeitura Municipal de Capanema

Ir para o Conteúdo Principal da Página Ir para o Mapa do Site

Máxima. 24ºC Mínima. 14ºC

Capanema é o único município da 8ª Regional de Saúde que receberá um profissional do programa Mais Médicos

Quarta-feira, 18 de Setembro de 2013

Dr. Emanuel Lucas Teixeira formado pela Universidade Aberta Interamericana, em Rosário, Argentina. Ele é brasileiro e a família de sua esposa reside no município de Capanema.

O Município de Capanema será o único integrante da 8ª Regional de Saúde a receber um profissional através do programa Mais Médicos do Governo Federal nesta primeira etapa. O médico é o Dr. Emanuel Lucas Teixeira formado pela Universidade Aberta Interamericana, em Rosário, Argentina. Ele é brasileiro e a família de sua esposa reside no município de Capanema. Anteriormente, Dr. Emanuel trabalhava em Porto Iguaçu, na província de Misiones.

Nos últimos 30 dias, Dr. Emanuel participou de treinamento sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), no Rio de Janeiro.

Na segunda e terça-feira, 16 e 17, o secretário municipal de Saúde de Capanema Geancarlo Denardin participou junto com o médico de capacitação, em Curitiba.

Geancarlo comenta que todos os municípios do Brasil, assim como Capanema, precisam de médicos e ressaltou que o município vive uma situação diferenciada em função da construção da usina Baixo Iguaçu. "Nós temos 10 médicos contratados, mais um significa 10% a mais, o que ajuda muito. E, também, nós estamos com edital aberto para a contratação de mais dois médicos clínicos gerais. Temos em andamento no município a construção da a usina Baixo Iguaçu, que empregará mais de 3.500 funcionários, hoje, já são 650 pessoas trabalhando na obra, então o programa vem para somar", comentou.

A prefeita Lindamir Denardin deu as boas vindas ao novo médico, durante curso do APSUS realizado nesta quarta-feira e disse ter ficado feliz em saber que o mesmo tem familiares que residem no município o que irá facilitar a sua adaptação na comunidade.

O médico contratado através do programa Mais Médicos atuará no programa Saúde da Família e irá receber do governo federal entre 10.000 a 12.000 reais e o município habilitado deve arcar com a moradia e vale alimentação. "Com 1.500 reais a prefeitura tem um médico, que será o custo da Administração, pois o salário será pago pelo Governo Federal", disse o secretário municipal de Saúde.

Tweet

Compartilhe essa notícia

24º 14º MANHÃ TARDE NOITE

Municipio de Capanema