Prefeitura Municipal de Capanema

Ir para o Conteúdo Principal da Página Ir para o Mapa do Site

Máxima. 25ºC Mínima. 15ºC

Programa da Porteira Para Dentro evita que agricultor abandone a atividade leiteira

Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014

Conforme o agricultor a situação no local da pré-ordenha era tão grave, devido ao excesso de barro, que já pensava em vender suas vacas e desistir da atividade.

“Melhorar as condições de vida e de trabalho na propriedade rural possibilitando ao agricultor o incremento de sua produção e da renda familiar.” Este é um dos principais objetivos do Programa da Porteira Para Dentro Desenvolvido pela Administração Municipal de Capanema, através da Secretaria de Agricultura e que evitou que o agricultor Eloi Wesling, morador da localidade de Santa Clara, abandonasse a atividade leiteira, principal fonte de renda na sua propriedade.

Conforme o agricultor a situação no local da pré-ordenha era tão grave, devido ao excesso de barro, que já pensava em vender suas vacas e desistir da atividade. “A situação aqui era muito complicada as vacas ficavam atoladas no barro, pra poder fazer a ordenha tinha que gastar uns quinhentos litros de água para lavar as vacas. Por conta eu não tinha condições de fazer este investimento por isso já estava pensando em desistir de trabalhar com leite que é a nossa principal fonte de renda e se a gente parasse a propriedade ficava inviável, agora ficou 100%, as vacas estão limpinhas é fácil de ordenhar”, afirmou.

Eloi destacou ainda a importância do Programa da Porteira Para Dentro. “Olha eu acho que este  é o melhor programa que foi feito até hoje dentro de uma administração municipal, é um incentivo pro agricultor, especialmente pra quem ta na atividade do leite”, disse.

Na propriedade da agricultora Sueli Gauer o trabalho desenvolvido melhorou a condições de trabalho e a família já esta investindo em uma nova sala de alimentação para os animais. “A situação aqui era precária, a gente não tinha nem condições de chegar no local da ordenha imagina os animais, tava puro barro, elas vinham com as tetas arrastando no chão, agora ficou 100%, elas chegam limpas, nem suja mais a sala de ordenha, acho que da uma hora a menos de serviço pra gente agora”, comemorou.

 Com uma propriedade de 2 hectares a principal fonte de renda da família do agricultor Mario Brandenburg é proveniente da produção do leite obtido através das 10 vacas que dispõe e conforme ele a situação também era muito difícil devido ao barro no local da pré-ordenha. “A situação era bicho feio, as vacas se atolavam no barro, agora ficou ótimo, melhor impossível. A única renda que eu tenho é do leite, não tenho outra renda e antes a gente tinha que quase dar banho nas vacas pra poder tirar o leite e isso aumentava muito o serviço, agora ficou muito melhor”, enfatizou.

Conforme o secretário de Agricultura Jorge Machado com a melhora nas condições do clima o trabalho está ganhando agilidade no atendimento das propriedades. “Infelizmente atravessamos um período de muita chuva, onde pouco trabalho pode ser feito mas agora com a melhora nas condições do tempo estamos agilizando o serviço e dependendo do trabalho a ser feito conseguimos atender de quatro a cinco propriedades em um dia”, destacou.

Tweet

Compartilhe essa notícia

25º 15º MANHÃ TARDE NOITE

Municipio de Capanema