Prefeitura Municipal de Capanema

Ir para o Conteúdo Principal da Página Ir para o Mapa do Site

Máxima. 26ºC Mínima. 19ºC

Qual é o real motivo da paralisação da UHE Baixo Iguaçu e quando a obra será retomada?

Sexta-feira, 22 de Maio de 2015

Prefeitos de Capanema Lindamir Denardin e de Capitão Leônidas Marques Ivar Barea cobram explicação do consórcio empreendedor.

A prefeita de Capanema Lindamir Denardin e o prefeito de Capitão Leônidas Marques Ivar Barea deram inicio nesta semana a uma cruzada em busca de informações que esclareçam quais são os verdadeiros motivos da paralisação da UHE Baixo Iguaçu e quando a obra será retomada.

A primeira investida ocorreu na sede do Consórcio Empreendedor Baixo Iguaçu em Capanema onde participaram de uma reunião com o diretor administrativo e financeiro do empreendimento Newton Gomes Rocha Junior, que se demonstrou sensibilizado com a situação e comprometeu-se em encaminhar a solicitação a diretoria da empresa..

“Os trabalhadores que agora estão desempregados, os empresários que fizeram investimentos em virtude da obra, os agricultores que terão suas propriedades atingidas, enfim, toda a população nos cobra diariamente informações sobre a retomada das obras, por isso precisamos de informações claras. O problema é ambiental? É Falta de recursos? É Político?, queremos respostas, pois a justiça já liberou a retomada do empreendimento o IAP já concedeu a licença ambiental, então o que está faltando?”, indagou a prefeita Lindamir Denardin.

“Os municípios, especialmente de Capanema e Capitão Leônidas Marques estão arcando com as consequências da paralisação da obra, a nossa média de gastos com a saúde girava em torno de 18% agora estamos ultrapassando 25% por que as pessoas que trabalhavam na obra tinham plano de saúde, agora não tem mais, estão desempregados e o seguro desemprego acabou, os alunos continuam matriculados e as salas de aulas que eram para ser construídas nem iniciaram, na assistência social a demanda aumenta a cada dia, enfim todos os serviços públicos dos municípios estão sobrecarregados e não temos as contrapartidas prometidas”, afirmou o prefeito Ivar Barea.

Conforme os prefeitos o próximo passo é o agendamento de reuniões com os sócios do empreendimento Neoenergia e Copel. “Vamos a Curitiba e se preciso for ao Rio de Janeiro e a Brasília pois chegamos ao nosso limite, queremos uma definição”, finalizou Lindamir Denardin.

Tweet

Compartilhe essa notícia

26º 19º MANHÃ TARDE NOITE

Municipio de Capanema