Prefeitura Municipal de Capanema

Ir para o Conteúdo Principal da Página Ir para o Mapa do Site

Máxima. 25ºC Mínima. 18ºC

Índice de infestação do mosquito da Dengue volta a ficar sob controle em Capanema

Quarta-feira, 03 de Julho de 2013

Conforme o coordenador da equipe de combate a dengue no município, no inicio do ano a infestação estava totalmente fora de controle, onde não era possível se quer fazer um cálculo deste índice e que agora já está 4,26%.

Após viver uma epidemia de casos de Dengue nos primeiros meses do ano o município de Capanema volta a controlar o índice de infestação do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença.

Conforme o coordenador da equipe de combate a dengue no município Eraldo Donizete de Almeida, no inicio do ano a infestação estava totalmente fora de controle, onde não era possível se quer fazer um cálculo deste índice, que agora após o intenso trabalho desenvolvido pela Administração Municipal com o apoio de toda a sociedade já está em 4,26%. “Hoje podemos dizer que a situação esta mais tranquila e vai melhorar ainda mais com o decorrer do tempo, pois vamos continuar desenvolvendo um trabalho de mutirão para diminuir ainda mais este índice”, afirmou.

Eraldo destacou ainda que foram registrados 506 casos suspeitos de dengue no município neste ano, sendo que desses 236 foram confirmados. “Quando eu solicitei minha transferência para Foz do Iguaçu eu inclusive comentei com o Secretário de Saúde anterior, que se parasse o trabalho da equipe da dengue haveria uma grande possibilidade do surgimento de casos no município uma vez que a maioria dos municípios da região já registravam casos, então não sei por qual motivo o trabalho parou e os casos de dengue começaram a aparecer”, lembrou.

Ele salientou também a importância do apoio da Administração Municipal no enfrentamento do problema. “O Apoio da Administração foi de suma importância, pois se não houver este apoio você não tem como desenvolver as ações de combate a dengue, pois isso não é uma ação barata, isso é caro, tem custos com funcionários, com combustível para as equipes do fumacê que vem de fora e é tudo por conta do município, então se a Administração não colaborar e trabalhar junto não tem como combater a dengue”, disse Eraldo.

Outro ponto destacado pelo técnico foi a conscientização e adesão da comunidade à campanha o que também contribuiu para diminuição da infestação através da limpeza dos terrenos.

Tweet

Compartilhe essa notícia

25º 18º MANHÃ TARDE NOITE

Municipio de Capanema